Ter23102018

Ultima atualização02:52:47 AM

Font Size

Profile

Menu Style

Cpanel
Genivaldo Jose Caixeta

Genivaldo Jose Caixeta

 

Acontece hoje às 17:00 horas, na sede do TRT – Tribunal Regional do Trabalho em Goiânia uma cerimônia de reconhecimento desta importante Corte em que será homenageado 03 Atletas masculinos e 03 feminino que contribuíram ao longo dos anos pelo engrandecimento do Atletismo de Goiás.

Entre os homenageados destaca-se o ex maratonista  Osmiro  de Sousa vencedor de inúmeras maratonas internacionais sendo inclusive o representante do Brasil em duas Olimpíadas e no feminino destaque para Sueli Pereira da Silva também por varias vezes integrante da delegação nacional em campeonatos Sul-americanos e Mundiais, inclusive ontem 19/10 foi a melhor Brasileira na Maratona Internacional de São Paulo 4ª geral da Prova.

Completam com honra a lista masculina os Atletas Jair Nunes e o atleta Paralimpico Francisco Lima de Sousa e no feminino as atletas Rosemeire de Oliveira e Janete Gomes.

Outro grande momento que viverá o Atletismo goiano em 2014 será no dia 10 de dezembro data em que será reinaugurada a pista de Atletismo da Universidade Federal de Goiás (UFG) serão realizadas provas onde os atletas serão convidados pela FGAt, e no momento Goiás se sentirá honrado com a presença ilustre da Medalhista de Ouro Olímpica Maurem Magi que será a madrinha do evento.

Teremos reunião na terça 21 com a comissão de Inauguração, quando trataremos de todos os detalhes e faremos os convites aos atletas de Goiás que participarão desta festa monumental.

NOTA OFICIAL DA CBAt No 155/2014

 

  1. I.                    Programa Nacional Caixa de Apoio a Atletas de Alto Nivel – 2015

 

Republica-se abaixo, a tabela de índices para o Programa em referencia.

 

Atletas com as marcas abaixo recebem apoio financeiro do programa

 

 

Masculino

Prova

Feminino

10.09

100

11.24

20.44

200

22.90

45.37

400

51.59

01.45.41

800

02:00:56

03.37.31

1500

04:05:86

13.23.46

5000

15:23:81

27.54.55

10.000

32:08:45

02:12:12

Maratona

02:30:23

13.47

110/100m c/bar

12.93

49.26

400m c/bar

55.74

08:26:15

3000 c/obstáculo

09:38:48

2.27

Altura

1.92

5.57

Vara

4.49

7.99

Distancia

6.59

16.68

Triplo

14.06

20.09

Peso

17.90

63.60

Disco

60.91

75.41

Martelo

70.40

81.00

Dardo

60.17

8055

Decatlo/Heptatlo

6120

1:21:38

20 Km Marcha

1:30:37

3:49:22

50 Km Marcha

----

38.39

4 x 100

42.86

3:02:00

4 x 400

3:28:34

 

Duvidas podem ser esclarecidas e maiores informações obtidas junto a Superintendência de Alto Rendimento da CBAt.

 

 

São Paulo, 08 de outubro de 2014

 

 

Martinho Nobre dos Santos

Superintendente Técnico

Contato feito pela AGEL – Agencia Goiana de Esporte e Lazer à Federação Goiana de Atletismo solicitando parecer sobre a possibilidade da realização das finais de Atletismo para dia 1º de Novembro na pista da Universidade Católica de Goiás – PUC.

Entramos em contato com a Pro-Reitoria da PUC que pré agendou conosco para o dia em referencia, porém tem este o objetivo de consultar a comunidade atlética envolvida no evento para fazermos a confirmação oficial da data. Esperamos (URGENTE) confirmação por parte dos dirigentes que estiveram em Itumbiara sobre o interesse ou não na realização das provas.

Os dirigentes devem enviar emial  manifestando a sua posição para: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. com copia para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

 

28|09|2014 - 14:17 | Da Assessoria de Imprensa da CBAt

 

São Paulo - As brasileiras Adriana Aparecida da Silva e Michele Chagas completaram neste domingo, dia 28, a Maratona Internacional de Berlim, na Alemanha, em 10º e em 12º lugares, respectivamente. Medalha de ouro no Pan-Americano de Guadalajara, no México, em 2011, Adriana assumiu a liderança do Ranking Brasileiro, com a marca de 2:38:05.

Os resultados de Adriana e de Michele (2:42:19), ambas do Pinheiros, são melhores do que o índice exigido pelos organizadores do PAN de Toronto-2015, que é de 2:55:00. A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) não anunciou ainda a marca mínima para fazer parte da delegação na competição canadense.

Em Berlim, as etíopes Tirfi Tsegaye, com 2:20:18, e Feyse Tadese, com 2:20:27, além da norte-americana Shalene Flanagan, com 2:21:14, foram as atletas mais bem colocadas no pódio.

No masculino, o queniano Dennis Kimetto completou a prova em 2:02:57, a melhor marca da história da modalidade, superando em 26 segundos o recorde do também queniano Wilson Kipsang, com 2:03:23, conquistado no ano passado. Com a marca, Kimetto é o primeiro homem a correr uma maratona abaixo de 2:03. Emanuel Mutai, também queniano (2:03:13), e Abera Kuma (2:05:56), da Etiópia, completaram o pódio.

 

Ja se encontra à disposição da Comunidade Atletica no nosso site em (REGULAMENTOS de Pista) a relação das provas para as Finais dos Jogos Abertos de Goiás 2014 que serão realizadas no sÁbado 27 de manhã e tarde e domingo pela manhã. consta no mesmo o numero de Atletas inscritos em cada prova. Obs.: NÃO HAVERÁ INSCRIÇÃO NO DIA.

Segunda, 22 Setembro 2014 18:14

Joana Darck mais duas medalhas em Brasileiros

 

Encerrado no domingo 21 em Recife –PE os Campeonatos Brasileiros CAIXA de Atletismo de Menores, Goiás participou com quatro Atletas: Andrielly Lorrany (Ipiranga) correu os 100 e 200,  Everson Sirio (Niquelândia) foi 9º e Elivelton da Conceição (EJA) foi 4º com a marca de 8:51.87 nos 3.000 metros rasos e Joana darck (Plantarc) foi medalha de Bronze nos 1.500 e 3.000 metros rasos,  a prova de 1.500 teve as seguintes marcas: a 1ª 4.52.29, a 2ª 4.52.44 e a Joana foi terceira com 4.52.45 conquistando assim a sua 3ª medalha em Brasileiros em 2014.

A delegação retorna de Recife em Voo da companhia Avianca com horário previsto de chegada em Goiânia para as 21.12 horas desta segunda 22.

Foi publicado no Diario Oficial de Goiás na quinta feira dia 11 a lista dos Atletas contemplados com a Bolsa Atleta AGEL 2014, maiores informações sobre a lista dos Atletas do Atletismo disponivel no site em (RESULTADOS DE PISTA) repasse esta informação.

Quinta, 11 Setembro 2014 16:43

Ronald Foi prata no Brasileiro Sub 23

Realizado em São Paulo no fim de semana 06 e 07 Os Campeonatos Brasileiros Caixa de Atletismo Sub 23, Ronald Morais da Silva (EJA/Jataí) que ainda é Juvenil foi quarto colocado nos 5.000 e Vice-Campeão Brasileiro nos 10.000 metros rasos, com o resultado o Atleta uma vez mais fará parte da Delegação do Brasil que participara nos dias 03 e 04 de Outubro do Campeonato Sulamericano Sub 23 em Montevideu-URU.

Foi realizado neste final de semana, 30 em Rio Verde, as provas de Atletismo dos Jogos Abertos de Goiás 2014, uma pista de Terra de 400 metros foi construida e esperamos ficar como legado dos Jogos à Comunidade do Atletismo de Rio Verde, representada pela Escolinha de Atletismo e Fundação Social JP, dirigida pelo Professor João Pinto que tem levado o nome de Rio Verde a todos os lugares de Goiás e do Brasil.

No proximo final de semana os Jogos ser5ão na cidade de Catalão, onde esperamos a adesão  dos Atletas daquele município.

 

26|08|2014 - 14:06 | Da Assessoria de Imprensa da CBAt

 

São Paulo - Há 10 anos, o brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima protagonizou o momento mais emocionante dos Jogos Olímpicos de Atenas-2004. Na última prova do evento, no domingo 29 de agosto, o paranaense nascido em Cruzeiro d'Oeste ganhou a medalha de bronze na maratona, com 2:12:11. Ele ficou atrás apenas do campeão Stefano Baldini (Itália), que marcou 2:10:55, e do vice Mebrahton Keflezighi (eritreu que competia pelos Estados Unidos), com 2:11:29.

Nascido em 11 de agosto de 1969, morador de Maringá, no norte do Paraná, Vanderlei tinha todos os motivos para comemorar o terceiro lugar, como se fosse o título olímpico.

Ele esteve sempre no pelotão de frente e antes dos 20 km assumiu a ponta, passando à frente do sul-africano Hendrik Ramaala. Foi Vanderlei o corredor que esteve mais tempo na liderança da prova, uma das mais nobres do programa olímpico. Especialmente para esta edição dos Jogos, em que os organizadores prepararam um percurso histórico, desde a localidade de Maratona até o Estádio Panathinaiko, no centro de Atenas. Refazendo o percurso feito pelo soldado Feidipides no século V aC, para informar a vitória dos gregos sobre os persas.

Com mais de 40 segundos de vantagem sobre o segundo colocado, quando já corrido 1:52:00, Vanderlei foi empurrado por um espectador, que levava um cartaz às costas com frase de confuso teor religioso. Foi uma falha da segurança, que demorou para agir. O corredor assustou-se com a presença do agressor, que conseguiu empurrá-lo até um dos lados da pista, sob os protestos das demais pessoas, que correram para livrar o atleta, entre eles o grego Polyvios Kossivas.

Vanderlei voltou à prova, apesar da atitude antidesportiva que prejudicou sua performance. Ele, que havia preparado com o técnico Ricardo D'Angelo, um plano de treinamento completado com dois meses de preparação em altitude, em Paipa, na Colômbia.

Apesar da interrupção de seu ritmo de corrida, Vanderlei ainda manteve a ponta por quase oito minutos. Stefano Baldini o superou quando o cronômetro da prova apontava 2:00:00. Logo depois, também Mebrahton Keflezighi o ultrapassou, assumindo o segundo lugar.

Vanderlei manteve a terceira posição e foi ovacionado ao entrar no Estádio Panathinaiko, pouco antes de completar os 42,195 km da prova, ele começou a comemorar o lugar no pódio. O feito do corredor paranaense, que fora lavrador na adolescência, foi reconhecido e elogiado pela mídia mundial.

Em sua carreira, Vanderlei tem, ainda, o bicampeonato pan-americano conquistado em Winnipeg-1999 e Santo Domingo-2003. Seu recorde é 2:08:31, conseguido em 8 de fevereiro de 1998, em Tóquio. Também ganhou a medalha de prata no Mundial de Maratona de Revezamento na Dinamarca, em 1996, e bronze na copa do Mundo de Maratona na Grécia, em 1997.

Em reconhecimento a seu espírito desportivo, o Comitê Olímpico Internacional concedeu ao atleta a Medalha Pierre de Coubertin, de restrita distribuição.

Vanderlei, à época atleta da BM&F, atualmente, faz parte da Assembleia Geral, poder máximo da Confederação Brasileira de Atletismo e integra o Programa Caixa Heróis Olímpicos, que busca divulgar o Atletismo.

"O feito do Vanderlei foi extraordinário, tanto que até hoje ele é lembrado como o grande nome daquela Olimpíada", diz o presidente da CBAt, José Antonio Martins Fernandes, que então era presidente da Federação Paulista. "Ele está entre os grandes atletas de nossa história", concluiu o dirigente.